figurinhas juntas.png
Julia Rezende_.jpg

Julia Rezende


Julia Rezende é de uma família de cineastas, seu pai é diretor e sua mãe produtora. Ela se formou em direito mas mesmo assim seguiu a carreira dos pais. Seus primeiros trabalhos foram como assistente de direção para longas famosos como “Zuzu Angel” e “De Pernas Para o Ar 2”. Nesse época também dirigiu dois curtas: “Eike” e “Nesta data querida”. O último, ganhou melhor filme pelo júri popular no Festival Paulínia de cinema. Em 2012 ela dirigiu “Meu Passado Me Condena” para o Multishow e depois dirigiu sua versão para as telonas com Fábio Porchat e Miá Mello. Em 2014 escreveu e dirigiu outro grande sucesso de bilheteria “Um Namora Para Minha Mulher”. Atualmente está com dois filmes que dirigiu na pós produção: “O Palestrante Motivador” e “Como é Cruel Viver Assim”.

 

*Texto por Carol Lach
 

Meu passado me condena

Direção: Julia Rezende
Roteiro: Tati Bernardi
Elenco: Alejandro Claveux, Elke Maravilha, Fábio Porchat, Inez Viana, Juliana Didone, Marcelo Valle, Mía Mello, Rafael Queiroga, Stepan Nercessian
Produção: Mariza Leão
Duração: 102 min.
Ano: 2013
País: Brasil

Gênero: Comédia

Sinopse: Fábio (Fábio Porchat) e Miá (Miá Mello) apaixonaram-se à primeira vista. Eles se casam um mês depois de se encontrarem e viajam em lua-de-mel em um cruzeiro à Europa. Durante a viagem, eles encontram seus antigos namorados, Tiago e Julia, que hoje estão juntos e também estão em lua-de-mel.

 

 

 

Meu passado me condena 2

Direção: Julia Rezende
Roteiro: Patricia Corso
Elenco: Antônio Pedro, Ernani Moraes, Fábio Porchat, Inez Viana, Marcelo Valle, Márcia Breia, Mía Mello, Rafael Queiroga, Ricardo Pereira
Produção: Mariza Leão
Fotografia: Dante Belluti
Montador: Edt, Maria Rezende
Trilha Sonora: Berna Ceppas
Duração: 105 min.
Ano: 2015
País: Brasil
Gênero: Comédia

Sinopse: A vida de casado dos apaixonado Fábio (Fábio Porchat) e Miá (Miá Mello) cai na rotina quando, as diferenças precisam ser enfrentadas. Após o rapaz esquecer o terceiro aniversário de casamento, Miá decide pedir um tempo. Quando o avô de Fábio, que mora em Portugal, o comunica que ficou viúvo, ele enxerga nesta viagem para o funeral uma oportunidade de salvar seu casamento.

 

 

 

 

Ponte Aerea


Direção: Julia Rezende
Produção: Mariza Leão e Erica Iootty
Produção Executiva: Tathiana Mourão
Direção de Arte: Fabiana Egrejas
Direção de Fotografia: Dante Belluti
Som Direto: Felipe Machado
Trilha Sonora: Berna Ceppas
Edição de Som: Waldir Xavier
Elenco: Caio Blat, Leticia Colin, Felipe Camargo, Emílio de Mello, Silvio Guindane

Sinopse: Avião. Tempestade. O vôo tem sua rota alterada e pousa numa cidade qualquer. Os passageiros são levados para um hotel de aeroporto. É noite. Amanda é uma jovem publicitária paulista, bem sucedida, descolada. Bruno é um artista carioca, ainda um pouco perdido, sem um rumo profissional definido. Um daqueles caras de 30 anos que vive como se tivesse 20. Nesta noite, nesse hotel no meio do caminho, eles se conhecem e passam a noite juntos. No dia seguinte, cada um seguirá seu caminho. Mas Bruno vai atrás dela. E aí começa uma história de amor cheia de conflitos e diferenças, de uma mulher que tem medo de amar e de um garoto disposto a se jogar de cabeça. Uma história cheia de afinidades e desencontros. Ponte Aérea é um filme sobre dois jovens que tem de se tornar adultos, mas morrem de medo de se perder pelo caminho.